Técnicos de times do Brasil que estão a mais tempo no cargo

Saiba quem são os técnicos da Série A que estão permanecendo na função por mais tempo



No futebol brasileiro os técnicos das equipes já estão acostumados a passar por uma verdadeira dança das cadeiras. A profissão é muito instável no Brasil, e são raros os treinadores que conseguem permanecer nos times por mais de um ano. A qualquer indício de fragilidade, a demissão já é a principal opção por parte da maioria dos clubes.

Dessa forma, para conseguir permanecer à frente das equipes, os comandantes precisam fazer trabalhos excepcionais para agradar tanto a direção, quanto os torcedores. Complicado, não é mesmo?!

Por isso, pensando nesse troca-troca habitual, listamos os técnicos que estão resistindo no cargo e chegamos à oito nomes: Mano Menezes (Cruzeiro); Renato Gaúcho (Grêmio); Rogério Ceni (Fortaleza); Marcelo Cabo (CSA); Odair Hellmann (Internacional); Geninho (Avaí); Tiago Nunes (Athletico-PR) e Felipão (Palmeiras).

Leia Também - Salário dos principais técnicos do Brasil em 2018


Veja a lista de 8 técnicos da Série A que estão a mais tempo no cargo!

Mano Menezes, técnico do Cruzeiro desde Junho de 2016

Atualmente, contando todas as equipes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, Mano Menezes é o treinador que está a mais tempo no comando de um clube. No Cruzeiro desde 26 de julho de 2016, o técnico já faturou quatro títulos, em dois anos, com a Raposa.

Com a equipe celeste, Mano levantou a taça da Copa do Brasil duas vezes (2017 e 2018) e também foi bicampeão do Campeonato Mineiro (2018 e 2019).

Essa é a segunda passagem do treinador pelo Cruzeiro. Em 2015, ele esteve à frente do time, mas permaneceu na equipe por apenas três meses, sem muito destaque.

Renato Gaúcho, técnico do Grêmio desde Setembro de 2016

Em sua terceira passagem pelo Grêmio, Renato Gaúcho não cansa de conquistar títulos pela equipe. Em 2010 e 2013 o técnico treinou o time mas não conseguiu levantar a taça em nenhuma das oportunidades.

No entanto, desde que reassumiu o tricolor, no dia 18 de setembro de 2016, Renato acabou com o jejum do clube, que não ganhava um título desde 2010. Em dois anos de Grêmio, o treinador já venceu cinco competições diferentes.

A lista de voltas olímpicas contam com os seguintes êxitos: Copa do Brasil em 2016, Copa Libertadores e Recopa Sul-Americana em 2017, Campeonato Gaúcho 2018 e 2019 e também esse ano, venceu a Recopa.

renato-gaucho-gremio

Renato Gaúcho / Foto: Reprodução Instagram

"Estou cansado. Cansado de dar volta olímpica." - Renato Gaúcho após a final do Campeonato Gaúcho 2019

Rogério Ceni, ténico do Fortaleza desde Novembro de 2017

Consagrado como goleiro do São Paulo, Rogério Ceni continuou no futebol após aposentar as luvas. O técnico assinou o contrato com o Fortaleza em 10 de novembro de 2017, e fez a estreia em janeiro do ano seguinte.

Com a equipe cearense ficou com o vice do estadual em 2018 e, na mesma temporada, ganhou destaque na Série B do Campeonato Brasileiro, ao conquistar o acesso à elite, na 34º rodada. Dois jogos depois faturou o título da competição de forma antecipada.

Em 2019, Ceni levantou a taça do Campeonato Cearense em cima do maior rival, o Ceará.

rogerio-ceni-no-fortaleza

Rogério Ceni e o mascote do Fortaleza / Foto: Fabio Lima

Odair Hellmann, técnico do Internacional desde Novembro de 2017

Odair Hellmann começou a comandar o Internacional de forma interina em alguns jogos, quando ainda era assistente técnico da equipe. Nessa função de auxiliar, Hellmann faturou o Campeonato Gaúcho de 2013 à 2016 e a Recopa em 2016 e 2017.

Em 2017 também, após Guto Ferreira ser demitido do colorado, Odair assumiu o time nas últimas três rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro, ficando com o vice campeonato do torneio. Na temporada 2018, o treinador foi efetivado no cargo e está no comando do clube gaúcho até os dias atuais.

Marcelo Cabo, técnico do CSA desde Fevereiro de 2018

No dia 19 de fevereiro do ano passado, Marcelo Cabo assumiu o CSA. Com o time de Maceió, o treinador foi bicampeão do Campeonato Alagoano, ao levantar a taça em 2018 e 2019. Além disso, o técnico também assegurou o acesso à Série A do Brasileirão no ano passado, terminando a competição na segunda colocação.

Geninho, ténico do Avaí desde Abril de 2018

A primeira vez que Geninho comandou o Avaí foi em 2014. Ainda naquele ano,o treinador conseguiu subir a equipe para a série A do brasileirão. Após o triunfo, Geninho teve o contrato renovado mas pediu demissão depois da má campanha da equipe no Campeonato Catarinense.

Em abril do ano passado, o técnico retornou ao Leão da Ilha e mais uma vez conseguiu o acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Recentemente, o Avaí ganhou da Chapecoense nos pênaltis e conquistou o Campeonato Catarinense de 2019.


Apenas esses 6 treinadores de times da Série A estão há mais de um ano no cargo. Logo mais, Tiago Nunes (em Junho) e Felipão (em Julho) também completarão aniversário de um ano à frente do Athletico e do Palmeiras, respectivamente.

Conta aí pra gente, há quanto tempo o técnico do seu time está no cargo?

Por Daniela Versiane

Além de técnico, o recordista era cofundador e presidente do time. Fato que justifica a permanência por tanto tempo: ele não se demitia nunca. É verdade esse bilhete! 🤣

técnicos mais tempo no cargo Brasil mano menezes renato gaúcho
Voltar