Maiores salários dos técnicos no futebol brasileiro em 2019

Saiba quais são os treinadores de times brasileiros que recebem os valores mais altos



Você sabia que a profissão de técnico de futebol não é reconhecida por lei no Brasil? Por isso, quem se arrisca a entrar nesse meio fica sem nenhum amparo judicial, caso algo não dê certo. Contudo, apesar dessa não legitimação, aqueles que conseguem trilhar caminhos vitoriosos são muito bem remunerados, com altos salários.

Dessa forma, listamos os sete técnicos brasileiros que possuem os maiores salários mensais no país, atualmente. Após pesquisar, chegamos aos nomes de Renato Gaúcho (Grêmio); Felipão (Palmeiras); Mano Menezes (Cruzeiro); Fábio Carille (Corinthians); Jorge Sampaoli (Santos); Abel Braga (Flamengo); e Rogério Ceni (Fortaleza).

Confira a lista dos técnicos com os maiores salários do Brasil! 💸💰

1. Renato Gaúcho, técnico do Grêmio recebe R$ 900 mil

O treinador, assim como a maioria, começou no futebol como jogador e ainda nessa fase teve atuações de destaque em equipes como Flamengo, Fluminense e Botafogo, os três dos maiores times do Rio de Janeiro. Além disso, como atleta, Renato Gaúcho se tornou um dos maiores ídolos do Grêmio, levantando a taça da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes em 1983.

Atualmente, o técnico que está à frente do tricolor gaúcho recebe o maior salário do Brasil. Mensalmente o time paga 900 mil reais a ele. O treinador chegou à equipe em 2016 e, desde então, vem fazendo o clube apresentar um futebol de destaque em competições nacionais e internacionais. Prova disso foi a conquista da Copa do Brasil (2016) e da Libertadores (2017).

Antes de comandar o tricolor gaúcho, Renato Gaúcho fez trabalhos de destaque no Fluminense e no Vasco.

2. Felipão, técnico do Palmeiras recebe R$ 800 mil

Felipão é daqueles raros treinadores que possuem currículos incontestáveis. O técnico foi o último a ser campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002 e, apesar de ter treinado o Brasil em 2014, no fatídico 7 a 1 contra a Alemanha, o fato não manchou a carreira do comandante.

Como jogador, atuava de zagueiro, no entanto os títulos de relevância na carreira de Luiz Felipe Scolari foi mesmo fora das quatro linhas.

Em sua terceira passagem como treinador no Palmeiras, Felipão chegou em julho de 2018 e tem contrato até 2020 com multa recisória de apenas um mês de salário. Na virada do ano, a diretoria já aumentou o salário do técnico. Os 800 mil reais que recebe atualmente pelo alviverde paulista retrata não só o trabalho que o treinador realiza nos dias atuais, mas também todo o seu histórico. No contrato também há valores de premiação por títulos.

Ano passado Felipão foi campeão do Campeonato Brasileiro com o Palmeiras e antes disso já tinha levantado outras taças com a equipe, tais como a Copa do Brasil (1998 e 2012), a Copa Mercosul (1998) e a Libertadores (1999).

O técnico também obteve êxito no Grêmio ao conquistar a Copa do Brasil (1994), a Libertadores (1995) e o Brasileirão (1996). Além de levantar a taça da Copa do Brasil (1991) treinando o Criciúma e pelo Guangzhou Evergrande, da China, faturou a Liga dos Campeões da Ásia (2015). Colecionador de títulos!

via GIPHY

3. Mano Menezes, técnico do Cruzeiro recebe R$ 800 mil

O técnico brasileiro no cargo a mais tempo, Mano treina o Cruzeiro desde julho de 2016 e faz jus aos 800 mil reais que recebe mensalmente. O treinador trouxe a alcunha de Rei de Copas à equipe mineira, após se tornar bicampeão consecutivamente da Copa do Brasil (2017 e 2018), feito inédito até então.

Leia Também - Técnicos de times do Brasil que estão a mais tempo no cargo

Dentre as campanhas de maior evidência do técnico pode-se destacar a Libertadores de 2007 no Grêmio e a Copa do Brasil de 2009 pelo Corinthians. Mano também comandou a Seleção Brasileira entre 2010 e 2012, ano que faturou a medalha de Prata nas Olimpíadas de Londres.

O comandante tornou-se conhecido ao levar o modesto 15 de Novembro/RS ao terceiro lugar na Copa do Brasil de 2004.

4. Fábio Carille, técnico do Corinthians recebe R$ 700 mil

Em sua segunda passagem pelo Corinthians, Fábio Carille acertou com o clube em dezembro de 2018 e assumiu o comando para 2019. Anteriormente, ainda pelo alvinegro paulista, o técnico se destacou como auxiliar de Tite.

Como jogador atuava de zagueiro ou lateral-esquerdo e encerrou a carreira em 2007 no Grêmio Barueri. Além do Corinthians, só treinou o Al Wehda, da Arábia Saudita, numa rápida passagem em 2018.

Dentre os títulos de destaque pelo Timão estão o tricampeonato paulista (2017, 2018 e 2019) e o Campeonato Brasileiro (2017).

5. Jorge Sampaoli, o técnico do Santos recebe R$ 610 mil

O argentino é a grande novidade do futebol brasileiro. Sampaoli comanda o Santos desde o início do ano e já recebe um dos maiores salários entre os técnicos do país.

Jorge Sampaoli tem encantado o futebol brasileiro com um jogo com focado no ataque, além de muitas trocas de passes e alternância de jogadas. Aos 59 anos tem passagem por Sevilla, da Espanha e Emelec, da Argentina.

Os principais títulos do treinador foi Copa América de 2015, com Seleção Chilena e também a Copa Sul-Americana (2011) quando estava à frente do Universidad de Chile.

Sampaoli disputou duas Copas do Mundo. O técnico treinou o Chile em 2014 e a Argentina em 2018. No Chile, ganhou da então atual campeã Espanha, no Maracanã, na fase de grupos, entretanto foi eliminado pelo Brasil nos pênaltis, nas oitavas de final. Em 2018, foi eliminado também nas oitavas pela futura campeã, a França.

6. Abel Braga, o técnico do Flamengo recebe R$ 600 mil

Como jogador, Abel era zagueiro e atuou por Fluminense, PSG, Vasco, Cruzeiro, Botafogo e teve um jogo pela Seleção Brasileira. O técnico chegou ao Flamengo para comandar o time em 2019, na sua segunda passagem pelo rubro-negro, a primeira foi em 2004.

Abel Braga já comandou grandes clubes do futebol brasileiro como Athletico, Bahia, Vasco, Fluminense, Internacional, Flamengo, Atlético-MG e Botafogo. Além disso, Olympique de Marselha (FRA), Rio Ave e Belenenses (POR), também foram equipes treinadas por ele.

Os títulos de maior relevância como treinador foi com o Fluminense, ao levantar a taça do Campeonato Brasileiro Série A em 2012 e com Internacional, após conquistar a Libertadores e o Mundial ambos em 2006.

7. Rogério Ceni, técnico do Fortaleza recebe R$ 250 mil

Maior ídolo da história do São Paulo como goleiro, o defensor é artilheiro recordista de sua posição no futebol com 132 gols na carreira.

Rogério Ceni começou a carreira de técnico em 2017, no tricolor paulista. Entretanto, ele foi demitido após o time cair de rendimento depois da diretoria vender vários jogadores importantes do plantel titular, como David Neres (hoje no Ajax).

Pelo Fortaleza, onde está desde 10 de novembro de 2017, colocou a equipe entre os 20 melhores times do país ao ser Campeão da Série B no ano passado.

O comandante recebeu sondagens recentes do Atlético-MG, mas preferiu manter o projeto no clube cearense. Além da crescente do time dentro das quatro linhas, Rogério tem liderado uma reestruturação da instituição Fortaleza, com reformas nos CTs e melhora na gestão do clube.

Leia Também - Maiores salários do futebol brasileiro em 2019

Curiosidade

Tite, técnico da Seleção Brasileira, ganha R$ 14,5 milhões por temporada ou aproximadamente R$ 1,2 milhão por mês! 😎

Por Daniela Versiane

maiores salários técnicos futebol brasileiro 2019
Voltar