Times brasileiros com material esportivo próprio

Você sabia que 30% dos clubes da Série A possuem sua própria marca?



Ao redor do mundo, existe uma tendência de marcas conhecidas ficarem responsáveis pela produção do material esportivo dos times de futebol. No Brasil, a história parecia se repetir, pois estávamos acostumados a ver marcas como Adidas, Nike e Umbro patrocinarem os maiores clubes.

Acontece que a insatisfação com modelos contratuais, atrasos na entrega dos materiais e a busca por uma maior arrecadação financeira fez com que alguns times brasileiros passassem a ter marcas próprias de material esportivo. É o caso de Atlético-GO, Bahia, Ceará, Fortaleza, Goiás e Coritiba.

Neste ano, esses seis clubes que disputam a Série A estarão vestindo os materiais de suas próprias marcas, o dobro em relação ao ano passado. Isso acontece pelo retorno do Atlético-GO e do Coritiba para a Série A, além da nova marca do Ceará. Quer conhecer um pouco sobre cada uma delas? Confira!

Marca própria do Atlético-GO: Dragão Premium

Ao que parece, o Atlético-GO está satisfeito com a escolha de criar a sua própria marca de material esportivo. A Dragão Premium foi lançada em fevereiro de 2019 e já vendeu mais de 20 mil peças. Depois da criação da marca, foi desenvolvida uma linha de roupas casual, que antes não existia. 

Confira os principais preços do Atlético-GO: 

  • Calção de jogo – Atlético-GO: R$ 89,90.
  • Camisa feminina de jogo – Atlético-GO: R$ 149,90.
  • Camisa masculina de jogo – Atlético-GO: R$ 169,90.
  • Camisa infantil de jogo – Atlético-GO: R$ 169,90.

Marca própria do Bahia: Esquadrão

O Bahia criou em setembro de 2018 a sua marca própria, nomeada Esquadrão, com a pretensão de aumentar a receita do clube e transformar esse valor em investimento no futebol. Para manter a qualidade do seu material esportivo, o Bahia optou em desenvolver a sua marca com o Grupo DASS, a mesma fábrica que terceiriza o material da Nike, Adidas e Umbro. 

Agora, o Bahia possui uma loja própria e conseguiu alcançar os resultados esperados. Ele dobrou as suas vendas e o seu faturamento triplicou. Além disso, o clube se preocupou em reduzir o preço da camisa para o torcedor; antes, ele pagava R$ 249, hoje, o material esportivo está por R$ 219. E para sócios-torcedores o valor é ainda menor, 10% de desconto, ficando por R$ 199.

O clube também aproximou o torcedor com a marca, isso porque o Bahia realiza um concurso popular para que os torcedores desenharem uniformes e enviem ao clube. Depois disso, é feita uma pré-seleção e uma votação na internet com as melhores opções. Os torcedores votam e escolhem os três uniformes da temporada. Com o engajamento maior, o potencial de venda também cresce.

Confira os principais preços do Bahia: 

  • Calção de jogo – Bahia: R$ 119,90.
  • Camisa feminina de jogo – Bahia: R$ 209,90.
  • Camisa masculina de jogo – Bahia: R$ 219,90.
  • Camisa infantil de jogo – Bahia: R$ 199,90.

Marca própria do Ceará: Vozão

A mais nova marca própria de material esportivo é a do Ceará, nomeada Vozão e criada em dezembro de 2019. O clube resolveu investir em sua marca, pensando na agilidade do desenvolvimento do material e produtos e no aumento da conexão com o seu torcedor. De lá para cá, já foram vendidas 10 mil peças. O clube já tem mais 15 mil em estoque e deve chegar um novo lote de 10 mil.

*Não tivemos acesso aos preços, porque ainda não foi lançada a loja virtual, mas os valores variam entre R$ 199 e R$ 299.

Marca própria do Fortaleza: Leão 1918

Nomeada Leão 1918, a marca do Fortaleza é a mais consolidada, sendo criada em 2016. O clube optou por uma parceria com a Bomache, que também confecciona materiais para outros clubes com marcas próprias. O Fortaleza pensou na rentabilidade do clube e espera, ainda no ano de 2020, arrecadar cerca de R$ 1 milhão em produtos licenciados e R$ 11 milhões com seus comércios.

Para 2020, já anunciou uma novidade! O clube pretende expandir a sua marca própria, disponibilizando seus produtos licenciados em espaços alternativos da capital cearense. Para isso, vai colocar máquinas de venda de camisas do clube no Aeroporto Internacional e no Terminal Rodoviário Engenheiro João Thomé. Os produtos ficarão guardados em uma espécie de tubos personalizados.

Confira os principais preços do Fortaleza: 

  • Camisa feminina de jogo – Fortaleza: R$ 215.
  • Camisa masculina de jogo – Fortaleza: R$ 225.
  • Camisa infantil de jogo – Fortaleza: R$ 215.

+ Leia Também: Preço das camisas dos times brasileiros da Série A 2019

Marca própria do Goiás: Green 33

Quando inaugurou a sua marca, o Goiás reforçou a falta de compromisso das marcas tradicionais que ofereciam vantagens, mas não cumpriam. Os materiais atrasavam, a qualidade vinha inferior ao combinado e não tinham tantas variações de material. Por isso, em julho de 2019, o clube criou a Green 33 que inclusive ganhou uma loja fixa.

As vantagens divulgadas é a possibilidade de lançamento do material conforme o cronograma do clube e a certeza de que a loja estará sempre abastecida. O uniforme do Goiás é um dos mais baratos do Brasil, sendo que a camisa oficial custa R$ 199, sendo possível encontrar valores ainda mais acessíveis na loja. 

*Não tivemos acesso aos preços, porque não localizamos a loja virtual.

+ Leia Também: Times brasileiros patrocinados pela Adidas

Marca própria do Coritiba: 1909

Em busca de um material esportivo mais rentável, o Coritiba anunciou a marca 1909, em agosto de 2018. Da mesma forma que outras marcas fizeram, o clube procurou a empresa Bomache. Entre os pontos destacados, está a ausência do intermediário para comercializar o material. De acordo com informações do clube, foram arrecadados mais de R$ 5 milhões em vendas de produtos em 2019. 

Confira os principais preços do Coritiba: 

  • Camisa feminina de jogo – Coritiba: R$ 219,90.
  • Camisa masculina de jogo – Coritiba: R$ 229,90.
  • Camisa infantil de jogo – Coritiba: R$ 219,90.

+ Leia Também: Confira os times que mais venderam camisas


E aí torcedor, você prefere marcas próprias ou tradicionais confeccionando o material esportivo do seu time? Comenta aí! 🗣

Em 09/02/2020 por Vittoria Catarina

times material esportivo próprio marca camisa
Voltar