Maiores salários dos técnicos do futebol brasileiro em 2020

Mesmo diante da pandemia, os números são altos. Confira o ranking dos maiores salários dos técnico em 2020!



Atualmente, a profissão de técnico de futebol não é regulamentada no Brasil. Ou seja, esses profissionais não possuem os direitos trabalhistas. Mesmo assim, tornar-se treinador é bem vantajoso para os técnicos de destaque, que possuem grandes salários. Confira os maiores salários dos técnicos do futebol brasileiro em 2020:

1. Jorge Sampaoli, técnico do Atlético-MG recebe R$ 1 milhão por mês 🥇

Mesmo com as saídas de outros técnicos estrangeiros do Brasil, como Eduardo Coudet (Internacional) e Domènec Torrent (Flamengo), o técnico argentino Jorge Sampaoli segue desempenhando um bom trabalho no futebol nacional.

Depois de comandar e ser vice-campeão com o Santos, o treinador foi contratado pelo Atlético-MG para organizar o elenco e colocar o time como um dos favoritos ao título do Brasileirão 2020.

Treinador de duas Copas do Mundo, Jorge Sampaoli desempenhou um bom trabalho na seleção chilena, com quem foi campeão da Copa América 2015. Com a sua comissão técnica, o técnico estrangeiro recebe cerca de R$ 1 milhão por mês.

2. Renato Gaúcho, técnico do Grêmio recebe R$ 900 mil por mês 🥈

Apostando em um trabalho mais longo, o Grêmio continua insistindo no trabalho realizado pelo técnico Renato Gaúcho. O treinador comanda a equipe gaúcha desde 2016, sendo o técnico mais longevo na elite do país.

Assim como outros treinadores que estão entre os maiores salários de técnicos do Brasileirão 2020, Renato Gaúcho iniciou a sua carreira no futebol como jogador. Depois disso, realizou bons trabalhos no comando do Fluminense e Vasco.

Desde que assumiu o Grêmio, Renato Gaúcho conquistou títulos importantes: Copa do Brasil (2016), Copa Libertadores da América (2017) e Recopa Sul-Americana (2018). O treinador recebe em torno de R$ 900 mil por mês.

3. Abel Ferreira, técnico do Palmeiras recebe R$ 800 mil por mês 🥉

Após demitir o técnico Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras rendeu-se a contratação de um treinador estrangeiro. A aposta do time paulista foi Abel Ferreira, técnico português de 41 anos.

Apesar de jovem, o treinador é conhecido pelo trabalho realizado nas categorias de base. O estilo de jogo agressivo de Abel Ferreira agradou a diretoria do Palmeiras, que fechou um acordo de R$ 800 mil por mês.

O técnico teve uma carreira vitoriosa como jogador de futebol, conquistando duas Supertaças e duas Taças de Portugal pelo Sporting. Para realizar o trabalho no Palmeiras, trouxe quatro auxiliares técnicos.

Leia Também: Maiores salários do futebol brasileiro em 2020

4. Rogério Ceni, técnico do Flamengo recebe R$ 750 mil por mês

Depois do Rubro-Negro ser comandado por dois técnicos estrangeiros (Jorge Jesus e Domènec Torrent), apostou em uma das promessas de técnicos nacionais. Após realizar um bom trabalho no Fortaleza, Rogério Ceni foi anunciado pelo Flamengo.

Com um histórico vencedor como atleta e um bom trabalho realizado desde 2018 no Leão, o técnico Rogério Ceni recebeu mais uma oportunidade de treinar um dos grandes clubes do futebol brasileiro.

O treinador tem no currículo as conquistas do Campeonato Brasileiro Série B (2018), Campeonato Cearense (2019 e 2020) e Copa do Nordeste (2019). Agora, dobrou o seu salário, recebendo aproximadamente R$ 750 mil por mês.

5. Mano Menezes, técnico do Bahia recebe R$ 500 mil por mês

Com muita negociação e esforço de ambas as partes, o Bahia trouxe o técnico Mano Menezes para comandar a equipe até o final de 2021. O grande objetivo do clube é conquistar uma vaga para a pré-Libertadores ainda nesta temporada.

Para comandar a equipe baiana, Mano Menezes aceitou reduzir o seu salário pela metade do que recebia no Palmeiras e no Cruzeiro, seus últimos dois clubes. Enquanto isso, o Bahia ofereceu R$ 500 mil por mês ao treinador.

Apesar do alto valor, esse é um salário parecido ao que já era pago ao antigo técnico do Bahia, Roger Machado. Mano Menezes traz no currículo três títulos da Copa do Brasil, dois pelo Cruzeiro e um pelo Corinthians.

Leia Também: Maiores folhas salariais do futebol brasileiro em 2020


Salários de outros técnicos do Brasileirão 2020

  • Ramón Díaz (Botafogo): R$ 450 mil por mês.

  • Abel Braga (Internacional): R$ 450 mil por mês.

  • Cuca (Santos): R$ 420 mil por mês.

  • Fernando Diniz (São Paulo): R$ 280 mil por mês.

  • Odair Hellmann (Fluminense): R$ 250 mil por mês.

Apesar de não ter o valor divulgado, é certo que o técnico Ricardo Sá-Pinto possui um dos salários mais caros do Brasileirão 2020. Treinador do Vasco, Ricardo Sá-Pinto pediu ao clube cerca de R$ 650 mil na sua negociação inicial. 

Curiosidades dos técnicos do Brasileirão 2020

  • Como treinador do Flamengo, Rogério Ceni dobrou o salário que recebia no Fortaleza.

  • Abel Braga ganha R$ 170 mil a menos do que o antigo técnico do Internacional, Eduardo Coudet.

  • Atual técnico do Fluminense, Odair Hellmann já trabalhou no clube por R$ 1.500.

E aí torcedor, qual é o melhor técnico do futebol brasileiro na atualidade? 🤔

Em 01/12/2020 por Vittoria Catarina

maiores salários técnicos futebol brasileiro brasileirão ranking
Voltar