Maiores goleadas da história do Brasileirão

Conheça o Top 5 dos placares mais elásticos do Campeonato Brasileiro



No início do Campeonato Brasileiro de 2019, dois jogos em específico chamaram a atenção pelo número de gols. Um foi Grêmio 4x5 Fluminense, em Porto Alegre. O outro, Flamengo 6x1 Goiás - esta a partida com maior diferença de placar nesta edição até aqui. Apesar da elasticidade do resultado, o triunfo do rubro-negro carioca não entra sequer na lista das 20 maiores goleadas da história do Brasileirão.

Porém, inspirados no time do português Jorge Jesus, fizemos a lista do Top 5 dos placares mais elásticos de todo o Campeonato Brasileiro. Além da história em detalhes de cada um desses cinco jogos, traremos também uma seleção das 20 maiores goleadas. Dessas, apenas três confrontos ocorreram no século XXI. Confira!

Top 5 - Maiores goleadas da história do Campeonato Brasileiro

1º - Corinthians 10 x 1 Tiradentes-PI (1983)

Acredite ou não, mas 10 dias antes o Corinthians havia perdido para o mesmo Tiradentes por 2 a 1, em Teresina, capital do Piauí. E mais surpreendente ainda é pensar que os piauienses abriram o placar na partida de volta, ocorrida no Estádio do Canindé, da Portuguesa. O que ninguém imaginava, àquela altura, era que o Corinthians construiria a maior goleada da história do Campeonato Brasileiro, na edição de 1983.

O time comandado por Mário Travaglini começou sofrendo um gol, com Sabará, de pênalti, marcando aos 18 minutos para o Tiradentes. Porém, dali para frente, um certo doutor executaria um dos seus principais jogos com a camisa alvinegra. Em apenas sete minutos, Sócrates viraria o placar da partida, a favor do Corinthians.

Os piauienses sentiram o golpe. Sócrates marcou mais dois gols, totalizando quatro. Biro-Biro e Paulo Egídio ainda marcaram para o Coringão no primeiro tempo. Ataliba, Wladimir, outra vez Paulo Egídio e Vidotti completaram o placar. 17.821 acompanharam no Canindé a maior goleada de todas do Brasileirão até os dias atuais: Corinthians 10x1 Tiradentes-PI.

2º - Vasco da Gama 9 x 0 Tuna Luso-PA (1984)

Em 19 de fevereiro de 1984, há mais de 35 anos, o Vasco conseguiu uma goleada histórica sobre o modesto Tuna Luso, do Pará. Aquela partida marcou um início triunfal da passagem de Arturzinho no Vasco da Gama. Na vitória por 9 a 0 do cruzmaltino, o Rei Artur marcou quatro gols e foi o nome do jogo - curiosamente os primeiros tentos do meio-campista com a camisa vascaína.

O curioso é que o adversário dos cariocas era o Tuna Luso, que tem muitas semelhanças com o Vasco no contexto histórico. Assim como o rival do Rio, a Águia Guerreira também foi fundada por portugueses e adotou a Cruz de Malta em seu escudo. 

Neste jogo, o que chamou a atenção nos últimos instantes foi a empolgação de torcedores e jogadores dentro de campo que pareciam empurrar o time rumo ao recorde de maior goleada na história do Brasileirão. Mas não deu. Apesar dos quatro gols de Arturzinho, três de Marcelo, um de Geovani e outro de Airton, o recorde ainda é do Corinthians de Sócrates. Porém, mesmo sem o principal jogador Roberto Dinamite, o Vasco do técnico Edu Coimbra fez história naquele fevereiro de 84, em São Januário.

3º - Guarani 8 x 0 River-PI  (1982)

Entre a década de 70 e 80, o Guarani viveu a melhor fase da sua trajetória, incluindo um título brasileiro em 1978. Quatro anos mais tarde, o Bugre conseguiu a terceira vitória com a maior diferença de gols na história do Brasileirão. Em partida disputada contra o River, do Piauí, a equipe comandada por Zé Duarte não tomou conhecimento do time de Nivaldo Santana.

O dono desse jogo foi Careca, um dos maiores jogadores da história do Guarani, que fez um hat-trick, ou seja, três gols. Além do centroavante, Capitão, Jorge Mendonça, Ernani Banana e Ederson, duas vezes, marcaram os gols do Bugre.

4º - Flamengo 8 x 0 Fortaleza (1981)

Outro time que conseguiu uma goleada histórica em um grande momento do time foi o Flamengo, em 1981, ano em que conquistou seus principais títulos, a Libertadores e o Mundial. No Brasileirão daquela temporada, o Fla conseguiu uma senhora goleada diante do Fortaleza, que na época não era um clube tão forte como nos dias atuais.

Aquela peleja foi válida pela 6ª rodada do Grupo D na primeira fase do Campeonato Brasileiro de 81. Naquela noite, o goleiro do Leão, Ado, certamente teve pesadelos com o centroavante do clube carioca, Nunes. O João Danado, como era conhecido, chegou à marca de incríveis cinco gols naquele confronto diante do Fortaleza.

Peu marcou duas vezes na meta adversária, enquanto Vitor fez o outro gol do Urubu. O curioso é que apenas 11 mil pessoas foram ao Maracanã acompanhar in loco este duelo. Os números são bem inferiores aos que são de costume dos rubro-negros. O técnico do Flamengo neste jogo foi Modesto Bria, que comandava craques como Raul, Luís Pereira, PC Carpegiani, Adílio e Nunes.

5º - Fonseca 0 x 8 Fluminense (1960)

Como o jogo foi realizado em 1960, não há muitos registros. O Fonseca, assim como o Fluminense, é um clube carioca que foi derrotado pelo seu rival no Estádio das Laranjeiras. Este jogo é a maior goleada do Campeonato Brasileiro se contarmos apenas os jogos antes da unificação, em 1971.

Naquele 31 de agosto de 1960, Jair Francisco anotou três gols, Valdo e Maurinho fizeram dois tentos cada e Paulinho Omena fechou o marcador para o Flu. O tricolor carioca contava com o treinador Zezé Moreira, irmão de Aymoré e Ayrton, também treinadores. Na goleada sobre o 1960, um dos Moreira mandou o seu time a campo com: Castilho; Jair Marinho, Pinheiro, Clóvis e Altair; Jair Santana e Jair Francisco; Maurinho, Valdo, Paulinho Omena e Escurinho.

Leia Também - Maiores recordes do Campeonato Brasileiro

Confira as outras 15 goleadas com maior diferença de placar!

6º - Grêmio 8 x 0 Perdigão-SC (1967)

7º - Santos 9 x 2 Bahia (1968)

8º - Guarani 8 x 1 Ceará (1982)

9º - Flamengo 8 x 1 Sampaio Corrêa (1976)

10º - Vitória-BA 8 x 1 América-RN (1980)

11º - Palmeiras 7 x 0 CRB (1984)

12º - Guarani 7 x 0 Itabuna-BA (1978)

13º - Bahia 7 x 0 Vitória-ES (1977)

14º - Vasco 7 x 0 Moto Club (1982)

15º - Vasco 7 x 0 Inter de Santa Maria-RS (1982)

16º - Flamengo 7 x 0 Santa Cruz (1985)

17º - São Paulo 7 x 0 Paysandu (2004)

18º - Bahia 0 x 7 Cruzeiro (2003)

19º - Internacional 7 x 0 Bragantino (1997)

20º - Goiás 7 x 0 Juventude (2003)


Leia Também - Maiores goleadas da história do Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos

E aí, torcedor! Tem alguma lembrança ou já ouviu alguma história de algum desses jogos? Qual a maior goleada do seu time que você presenciou? Deixe seu comentário!

Em 07/26/2019 Por Matheus Alves

maiores goleadas história brasileirão campeonato brasileiro
Voltar