Maiores artilheiros da história da Libertadores

Confira a lista dos 5 principais artilheiros do torneio sul-americano



A Copa Libertadores da América está chegando ao fim, mas ainda tem muita coisa para acontecer. Nesta semana teremos o jogo de volta das semifinais. De um lado, Boca Juniors e River Plate se enfrentam na Bombonera para decidir qual argentino enfrenta um brasileiro na decisão. Na primeira partida, o River levou a melhor pelo lacar de 2 a 0. Do outro lado, Flamengo e Grêmio se enfrentam no Maracanã em busca de uma vaga na grande final. No jogo de ida tivemos um empate com um gol para cada lado.

+ Qual é a maior torcida de futebol da Argentina?

Falando em gol, você conhece os jogadores que mais balançaram as redes na história da Libertadores? Ainda não? Então presta atenção nessa listinha que preparamos para você, mas desde já te informo que nenhum brasileiro figura entre os 5 maiores artilheiros...

Maiores Artilheiros da Libertadores ⚽

5º - Julio Morales (30 gols)

Na 5ª posição temos Julio Cesar Morales. O uruguaio que atuava como atacante conseguiu marcar 30 gols na competição sul-americana. Além de ser um dos maiores artilheiros da Libertadores, Julio chegou a conquistar duas vezes o troféu, em 1971 e em 1980, ambos os títulos com o Club Nacional do Uruguai.

4º - Daniel Onega (31 gols) 

Com apenas 1 golzinho a mais que Julio Morales, Daniel Onega fica com a 4ª colocação da nossa lista. Onega é considerado um dos maiores ídolos do River Plate e não é para menos, com 118 gols em 252 jogos, ele conseguiu quebrar o recorde de artilharia em uma única edição de Libertadores. Foram 17 gols na edição de 1966, ano em que o River conquistou a América pela segunda vez.

3º - Pedro Rocha (36 gols)

Pedro Rocha é o ponto mais próximo que o Brasil conseguiu chegar nessa lista. Isso porque o jogador nascido no Uruguai se naturalizou brasileiro em 1977. Pedro Rocha participou de 3 dos 5 títulos de Libertadores do Peñarol (1960, 1961 e 1966). Mas não foi apenas com o time Uruguaio que ele brilhou, quando atuou pelo São Paulo, Pedro Rocha foi artilheiro da Libertadores em 1972 e se tornou o primeiro jogador estrangeiro a conseguir tal feito. 

2º Fernando Morena (37 gols)

Outro uruguaio na lista. Fernando Morena também é considerado uma das maiores estrelas do Peñarol. O atleta é o maior artilheiro da história do Campeonato Uruguaio (230 gols), além disso é o jogador celeste que mais marcou gols em uma única partida oficial, foram 7 porque Morena acabou perdendo um pênalti na partida contra o Huracán Buceo. Ou seja, Fernando Morena era um artilheiro nato e na Libertadores não seria diferente. Com 37 tentos em 77 partidas, ele é o segundo colocado da nossa lista.

1º Alberto Spencer (54 gols)

Alberto Spencer (foto da capa) conseguiu marcar 54 gols em 87 partidas da Copa Libertadores da América e merecidamente fica com a 1ª posição da nossa lista. Considerado o melhor jogador equatoriano de todos os tempos, Spencer foi tricampeão da Libertadores com o Peñarol (jogava com Pedro Rocha, 3º colocado da nossa lista) e se tornou o primeiro jogador a marcar 3 gols em uma única partida de Libertadores, realizando o famoso Hat-Trick.


+ Leia Também: Times com mais títulos da Libertadores da América

Mesmo sem nenhum jogador nascido em território nacional nessa lista, grandes brasileiros já brilharam na Taça Libertadores como Pelé, Luizão, Zico, Palhinha e muitos outros. Mas a verdade é que nunca tivemos um artilheiro nato brilhando de forma mais contínua no torneio. Você acredita que algum brasileiro em atividade consiga entrar nessa seleta lista de artilheiros?

Em 21/10/2019 por Daniel Mynssen

maiores artilheiros história libertadores
Voltar