Jogadores com mais títulos do Campeonato Brasileiro

Confira a lista dos maiores vencedores do Brasileirão Série A, a partir de 1971



Desde 1971, na edição vencida pelo Atlético Mineiro, o Campeonato Brasileiro é disputado. Isso se não contarmos o período antes da unificação, a partir de 1958, na conquista do Esporte Clube Bahia. De lá para cá, muitos jogadores tiveram a oportunidade de levantar a taça e gritar "é campeão" na elite do futebol nacional. Mas só alguns tiveram esse gostinho em diversas oportunidades.

Hoje, resolvemos listar os jogadores com mais títulos do Campeonato Brasileiro, mais especificamente da Série A. Para chegarmos a uma seleção final, pegamos os atletas que ganharam de 3 a 5 canecos. Os maiores vencedores, com 5 títulos cada, são: Andrade, Dagoberto e Zinho. Quer saber mais? Leia a seguir!

5 TÍTULOS 🏆

Andrade

Jorge Luís Andrade da Silva, conhecido como Andrade, é um dos três maiores vencedores do Campeonato Brasileiro Série A como jogador. O ex-volante é um dos principais ídolos do Flamengo, tendo vencido quatro edições do Brasileirão, entre 1976 e 1988, período em que defendeu o rubro-negro carioca. Com o Mengão, Andrade faturou a taça em 1980, 1982, 1983 e 1987, este último dividido com o Sport Recife. Em 89, o então volante conquistou a Série A com o Vasco da Gama.

Vale lembrar que o Tromba, como era chamado enquanto jogador, também venceu a primeira divisão nacional em 2009 pelo Flamengo, mas dessa vez já como treinador.

+ Técnicos com mais títulos do Campeonato Brasileiro

Dagoberto

O atacante Dagoberto é o maior vencedor de campeonatos brasileiros em atividade. O atleta de 36 anos, atualmente no Londrina, venceu a competição em cinco oportunidades. A primeira foi pelo Atlético Paranaense, em 2001. Com Muricy Ramalho, conquistou dois canecos no São Paulo, nos anos de 2007 e 2008. Em parceria com o técnico Marcelo Oliveira, também faturou as edições de 2013 e 2014 com o Cruzeiro. "Dagogol" tem o espírito de vencedor. No ano passado, pelo Londrina, foi artilheiro da Série B com 17 gols, aos 35 anos.

+ Maiores artilheiros em atividade no Brasil

Zinho

Atualmente comentarista esportivo no canal Fox Sports, o ex-meia Zinho conquistou em cinco oportunidades o título do Brasileirão. Duas vezes no Palmeiras (1993 e 94), uma no Flamengo (1992) e o último pelo Cruzeiro, no ano da tríplice coroa, 2003. Você pode imaginar que está faltando um para fechar a conta de cinco. Isso porque Zinho também levou a melhor em 87 pelo Fla, mas a CBF oficialmente dá o título ao Sport Recife. Apesar disso, consideramos essa conquista. Em 1994, Zinho atingiu o ápice da carreira ao conquistar o tetracampeonato mundial com a Seleção Brasileira, nos Estados Unidos.

4 TÍTULOS 🏆

Amaral

"Um olho no gato, outro no peixe", lembra dele? O estrabismo e a irreverência de Amaral sempre chamaram a atenção, o que o tornou um atleta folclórico no mundo do futebol. Mas a história do jogador vai muito além disso. Amaral venceu edições de Brasileirão em dois rivais paulistas: dois títulos no Palmeiras (1993 e 1994), e um no Corinthians (1998). Além disso, o ex-volante se deu melhor na Copa Havelange em 2000 pelo Vasco da Gama, equivalente ao Brasileirão daquela temporada. Totalizando assim quatro títulos de Série A em sua carreira. 

Antônio Carlos Zago

Antônio Carlos Zago está cada vez mais conhecido no mundo do futebol como técnico. Atualmente, é líder da Série B sob o comando do Bragantino, mais nova aquisição da empresa de enérgicos Red Bull. Mas o que muita gente não sabe, ou pode não se lembrar, é que Antônio Carlos foi um zagueiro de sucesso nas décadas passadas, inclusive tendo atuado na Seleção Brasileira. Como jogador, AC Zago conseguiu quatro títulos da primeira divisão nacional do Brasileirão. Tudo isso com três equipes paulistas diferentes. Foi campeão pelo São Paulo (1991), Palmeiras (1993 e 1994) e por último no Santos (2004).

Borges

Teoricamente, o atacante Borges ainda está em atividade no futebol, mas não atua desde 2016, quando defendeu o América Mineiro. A verdade é que, apesar disso, o atleta tem muita história quando o assunto é ganhar Campeonato Brasileiro. Esteve no grupo do São Paulo da década passada que conquistou as edições de 2006, 2007 e 2008 - com Borges presente nas duas últimas - e também saiu vitorioso no campeonato em 2013 e 2014 atuando pelo Cruzeiro. Nos dois clubes fez dupla de ataque - que deu muito certo! - com Dagoberto. Será se esse ataque gostava de ser campeão? Além disso todo, foi artilheiro do Brasileiro de 2011 pelo Santos, com incríveis 23 gols.

Danilo

Zidanilo, como é conhecido, tem sangue de vencedor. Um dos maiores ídolos da história do Corinthians e com passagem importante pelo São Paulo, o meia atacante não se contentou com duas Libertadores e dois Mundiais de Clubes no currículo. O atleta de 40 anos, que defendeu o Vila Nova de Goiás em 2019, terminou em primeiro lugar no Campeonato Brasileiro da Série A em quatro oportunidades: 2006, 2011, 2015 e 2017. Sendo os três últimos pelo Corinthians e o primeiro pelo São Paulo.

+ Leia o perfil do jogador Danilo

Edu Dracena

Outro que ainda está em atividade e sabe bem a receita para se ganhar um Brasileirão é o zagueiro Edu Dracena, atualmente no Palmeiras. O jogador esteve na tríplice coroa do Cruzeiro em 2013, e levantou a taça de campeão brasileiro pelo próprio Palmeiras, em 2016 e 2018, e no Corinthians, no ano de 2015. Esse tem muita história. Vale lembrar que o xerifão foi campeão da Libertadores com o Santos de Neymar, Ganso, André e cia em 2011.

Jean

O versátil meia, lateral, volante Jean é mais um que tem a sala de troféus imponente, com quatro conquistas de Campeonato Brasileiro. Hoje com 33 anos, Jean pode contar que venceu o Brasileirão de 2008 pelo São Paulo, teve uma rápida passagem e caneco levantado no Fluminense em 2012 e ainda conquistou duas taças no seu atual clube, o Palmeiras, em 2016 e 2018.

Júnior

Júnior Capacete é sem dúvidas alguma um dos maiores ídolos do Flamengo. No Mengão, o célebre lateral esquerdo, que é destro e jogava com a 5, ganhou tudo que se podia imaginar, como Copa do Brasil, Libertadores e Mundial - e inclusive quatro Brasileirões. 1980, 1982, 1983 e 1992 foram os anos das conquistas do Maestro. Em 1992, voltou ao Brasil e ao Flamengo após passagem na Itália para ser campeão jogando no meio campo, aos 39 anos de idade. Tem história será?

Mauro Galvão

Apesar de não ter se dado bem na carreira como técnico, Mauro Galvão mandou bem demais quando esteve dentro das quatro linhas, como jogador. Foi Campeão Brasileiro como o Internacional (1979, de forma invicta), no seu rival Grêmio (1996), e no Vasco da Gama (1997 e 2000). Na Seleção Brasileiro, o ex-zagueiro conquistou a Copa América de 1989, disputada no Brasil.

Willian Bigode

Atacante nato, Willian Bigode é mais um exemplo de atleta em atividade e que tem DNA vencedor de Brasileirão. Contestado no início da carreira após passagens por Atlético/PR e Vila Nova, Willian deu a volta por cima no Figueirense, e ganhou faixa de campeão nacional em 2011 pelo Corinthians, duas vezes pelo Cruzeiro, nos anos de 2013 e 2014, e o mais recente em 2018, ao defender o Palmeiras, seu atual clube. 

Zico

O que dizer do Galinho de Quintino, não é mesmo? Um dos maiores nomes da história do futebol nacional venceu quatro edições do Campeonato Brasileiro, todas pelo Flamengo e ao lado de outros craques como Júnior, Andrade e Adílio. Zico conquistou a taça em 1980, 1982, 1983 e 1987, conhecida como a época de ouro do Urubu carioca. 

3 TÍTULOS 🏆

Emerson Sheik

Rápido como um foguete, até em final de carreira, Emerson Sheik tem três títulos brasileiros da Série A no currículo. O aposentado desde 2018 conquistou esses troféus em três clubes diferentes. Em 2009 pelo Flamengo, no Fluminense em 2010 e por último no Corinthians, em 2011. Isso mesmo. Sheik foi campeão brasileiro em três anos consecutivos. No clube paulista, o atacante tem uma identificação muito forte. Por lá, também conseguiu os maiores clubes da história do Corinthians, sendo protagonista: a Libertadores e o Mundial de 2012.

Rogério Ceni

O atual técnico do Cruzeiro é sem dúvidas o maior ídolo da história do São Paulo. O maior goleiro artilheiro da história do futebol conquistou três edições de Brasileirão com o tricolor paulista e, assim como Emerson Sheik, de forma consecutiva. Com Rogério Ceni de capitão, o São Paulo conquistou a Série A em 2006, 2007 e 2008.

+ Maiores salários dos técnicos no futebol brasileiro em 2019


Fala aí! Qual desses jogadores você viu jogar? Qual é o seu preferido? Quem joga mais? Deixe sua opinião nos comentários!

Em 08/13/2019 por Matheus Alves

jogadores mais títulos campeonato brasileiro campeão
Voltar