Futebol Brasileiro em baixa no FIFA 19

Campeonato Brasileiro está fora do jogo da EA, que desta vez não tem nem mesmo a seleção brasileira licenciada.



Por Nilo Almeida

Enquanto o Pro Evolution Soccer 2019 - desenvolvido pelos japoneses da Konami - conta com todos os clubes, diversos jogadores e a marca do Campeonato Brasileiro Série A licenciados e presentes no jogo, o FIFA 19 - da Eletronic Arts - é um verdadeiro fiasco quando se trata do futebol brasileiro.

Sem jogadores licenciados, o Campeonato Brasileiro figura na nova versão do FIFA mais uma vez como a genérica “Liga do Brasil”, e todos os clubes têm apenas os uniformes bem representados. Na edição 2019 o jogo pecou ainda mais com os fãs brasileiros, e apenas Neymar - novo garoto propaganda - aparece em uma seleção brasileira em que todos os demais jogadores são versões genéricas, por falta de acordo entre EA e CBF.

A franquia FIFA tem algumas seleções femininas presentes desde a edição de 2016, mas nesta última versão lançada a seleção brasileira também aparece com jogadoras genéricas e nem mesmo Marta está representada, mesmo depois de ser eleita pela sexta vez a melhor jogadora do mundo pela entidade.

A principal novidade no FIFA 19 é a presença da UEFA Champions League, com estádios decorados, trilha sonora, cerimoniais e uniformes específicos que fazem parte do universo da maior competição de clubes do mundo, que era uma exclusividade do PES até a temporada anterior. A perda dos direitos da competição da UEFA levou a Konami a investir no futebol brasileiro, sendo o país seu principal nicho de mercado.

A marca PES 2019 está presente até mesmo nos uniformes de alguns clubes brasileiros, tais como Corinthians e São Paulo. Jogadores brasileiros como Nenê, Jonatas, Dudu e Phillipe Coutinho são embaixadores do jogo e cinco dos vinte clubes da Série A - Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Vasco - estão fora do FIFA 19 por terem contratos de exclusividade com a Konami.

A exclusividade do Campeonato Brasileiro deve render maior sucesso de vendas da franquia da Konami no Brasil, que tem ainda a exclusividade do lendário Romário entre os jogadores históricos que figuram em PES 2019.

O embate entre fãs de FIFA x fãs de PES gira em torno de fatores como jogabilidade, realismo, diversidade de movimentos e modos de jogo e as licenças têm peso muito relevante para os aficionados por futebol virtual. Em termos de Campeonato Brasileiro 2018 – 2019, não haverá argumentos que favoreçam o jogo da EA.

Campeonato Brasileiro eSports FIFA 19 Eletronic Arts PES 2019 Konami
Voltar