Flamengo: o melhor time da história do Brasileirão

Reunimos números que comprovam que o Flamengo é o melhor time da história da era dos pontos corridos



Disparado na liderança do Campeonato Brasileiro de 2019, o Flamengo chama atenção pelo futebol bem jogado e pelos seus números dentro da competição. Com oito pontos de vantagem para o segundo colocado, o time de Jorge Jesus continua pressionando para chegar o mais rápido possível ao título – quem sabe até antes da final da Libertadores da América.

Com o melhor ataque do Brasileirão (64 gols) e o melhor saldo de gols (39), três jogadores se destacam dentro da competição: Gabriel Barbosa (Gabigol), Bruno Henrique e Arrascaeta. O time está há 17 jogos sem perder e, se permanecer na próxima rodada invicto, baterá o recorde de invencibilidade do clube, conquistado em 1980 com o Flamengo de Zico.

Esses números trazem uma questão: estamos diante do melhor time da era dos pontos corridos? Há quem diga que sim, há quem acredite que o Cruzeiro de 2003 (recordista de pontos corridos na época da disputa entre 24 clubes) ou o Corinthians de 2015 (recordista de pontos corridos na disputa entre 20 clubes) esteja acima dos números apresentados pela atual geração flamenguista. Será?


Aproveitamento do Flamengo

Em apenas 30 jogos, o Flamengo já superou o aproveitamento de todas as edições anteriores, a marca do rubro-negro é de 79%, enquanto o Cruzeiro de 2003 chegou a 72% e o Corinthians de 2015 a 71%. O vice-líder do Campeonato Brasileiro de 2019, Palmeiras, está bem próximo das marcas dos campeões anteriores, com 70% de aproveitamento. O aproveitamento do clube é ainda superior com Jorge Jesus, que está com o desempenho impressionante de 86%.

aproveitamento-flamengo-01

aproveitamento-flamengo-02

Aproveitamento em casa

Como o esperado de um clube que pretende ser campeão brasileiro, o Flamengo possui um ótimo desempenho nos jogos como mandante, com um aproveitamento de 96%. Cruzeiro, Corinthians e Palmeiras também apresentam bons números, mas ainda assim ficam atrás do rubro-negro nesse quesito.

aproveitamento-flamengo-03

aproveitamento-flamengo-04

Aproveitamento fora de casa

O Cruzeiro de 2003 tem um aproveitamento fora de casa superior a atual geração do Flamengo, com 63% contra 62%. Ainda assim, se forem analisados os números após a chegada de Jorge Jesus, é notável uma grande diferença: o Flamengo tem 77% de aproveitamento fora de casa. Os números são condizentes com a ideologia do português de manter o seu estilo de jogo, independente do mando de campo.

aproveitamento-flamengo-05

aproveitamento-flamengo-06

Média de gols por jogo

O Cruzeiro de 2003 ainda supera o Flamengo de 2019 na média de gols por jogo, mas é preciso levar em conta que a média de gols daquele campeonato também é bem superior ao dos dias atuais. Ainda assim, no comando do Jorge Jesus, o Flamengo supera a marca das edições anteriores.

aproveitamento-flamengo-07

aproveitamento-flamengo-08

Trio de ataque

Os três goleadores do rubro-negro estão entre os artilheiros do Campeonato Brasileiro de 2019: Gabigol está com 20 gols, Bruno Henrique com 15 e Arrascaeta com 11 gols. O meio-campista uruguaio ainda está entre os líderes de assistências da competição, com 9 passes para gol. Bruno e Gabigol também são garçons, com 3 assistências cada.

+ Veja: Maiores salários do futebol brasileiro 2019

Curiosidades

1. Os gols do trio correspondem a 72% dos gols do Flamengo.

2. O número de gols do trio supera o número de gols de 17 clubes que estão disputando o Brasileirão.

3. No atual momento do campeonato, o saldo de gols do time (39) já supera o número de gols feitos por 15 clubes brasileiros.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Flamengo (@flamengo) em

Efeito Jorge Jesus

Em cinco meses, o técnico do Flamengo mudou o estilo de jogo do time e chamou à atenção de todos aqueles que estão envolvidos com o futebol do país, quebrando dois paradigmas: de que técnico estrangeiro não dá certo no país e de que, para apresentar bons resultados, é preciso um longo período de trabalho. Jorge Jesus assumiu o comando da equipe estando 8 pontos atrás do Palmeiras, após 21 rodadas, está 8 pontos na frente do time paulista. 

Ao contrário do que é costumeiro no futebol brasileiro, Jorge Jesus não orienta os jogadores a segurarem o resultado. Com o futebol ofensivo, jogando dentro ou fora de casa, 10 das suas partidas terminaram com pelo menos três gols do rubro-negro. Se o Flamengo não jogasse as nove partidas comandadas por Abel Braga e Marcelo Salles, ele ainda estaria no G-4 da competição, com os 54 pontos conquistados sob o comando de Jorge Jesus.

+ Leia Mais: conheça o perfil de Jorge Jesus, técnico do Flamengo

O diferencial do estilo de jogo do Flamengo com o “Mister”, como é conhecido, é a exigência máxima do treinador com os seus jogadores. O Flamengo realiza treinos em dois turnos e, em alguns dias, treina até em dia de jogo. Dessa maneira, por meio da repetição dos movimentos, os jogadores assimilam mais facilmente a maneira de pensar do técnico. 

Diante das lesões sofridas no intervalo entre os jogos da semifinal da Libertadores, já foi comprovado que se um jogador sair do Flamengo, o estilo de jogo permanecerá o mesmo. Enquanto isso, resta a dúvida: e se Jorge Jesus sair? Os números do jogo permanecem os mesmos? Com as suas estatísticas individuais, o técnico nos desafia a pensar: para que caminho estávamos levando o nosso futebol?

Em 05/11/2019 por Vittoria Catarina

Flamengo melhor time história Brasil futebol números aproveitamento
Voltar