Conheça o maior patrocinador do Campeonato Brasileiro

Com um portfólio de 24 clubes patrocinados, a Caixa predomina em um Brasileirão dominado por bancos.



Por Nilo Almeida

A Caixa Econômica Federal é a maior patrocinadora de clubes do Campeonato Brasileiro. Dos 40 times que disputam a primeira e a segunda divisão, 24 têm o banco federal como principal patrocínio na temporada 2018, em que banco direcionou R$153 milhões para o apoio de clubes de futebol.

Entre times da Série A, a Caixa tem sua marca estampada com destaque nos uniformes de América MG, Atlético MG, Atlético PR, Bahia, Botafogo, Ceará, Cruzeiro, Flamengo, Paraná Clube, Santos e Vitória.

Em questão de patrocínios máster, a primeira divisão do Campeonato Brasileiro é dominada por bancos. Além dos 12 patrocinados pela Caixa os rivais locais Grêmio e Internacional estampam a marca do estatal Banrisul, enquanto no futebol paulista o Palmeiras conta com recursos da Crefisa e o São Paulo do Banco Inter

Os 12 clubes apoiados pela Caixa que disputam a Série B em 2018 são Atlético GO, Avaí, Coritiba, CRB, Criciúma, CSA, Fortaleza, Goiás, Londrina, Paysandu, Ponte Preta, Sampaio Corrêa e Vila Nova.

Além do valor acordado entre a Caixa e cada clube patrocinado, as equipes recebem ainda recursos oriundos das Loterias Federais, um serviço do Governo Federal prestado pela estatal desde 1962.

Antes do predomínio da Caixa, o BMG era a marca mais comum entre os clubes de primeira e segunda divisão no Brasil, mas a entrada da Caixa nesse mercado rapidamente mudou o quadro.

Em 2012 a Caixa firmou uma parceria com o Corinthians e estampou a camisa vestida pelo clube nas disputas do Campeonato Brasileiro e do Mundial de Clubes da FIFA. A participação do banco estatal foi ampliada em 2013, com contratos estabelecidos com Coritiba, Flamengo, Vasco e Vitória.

Nos anos seguintes o número de times apoiados pela Caixa seguiu aumentando, em 2014 foi a vez de CRB e Sport assinarem com o banco. No ano seguinte não houve nenhum contrato novo, mas em 2016 outros oito clubes entraram para o portfólio, com destaque para os rivais locais Atlético MG e Cruzeiro.

Em 2017 a expansão da Caixa no mercado do futebol brasileiro foi mais agressiva, e focada em clubes de grande apelo popular, tais como ABC RN, Ceará e Vila Nova. Clubes tradicionais como Ponte Preta e Santos também assinaram com o banco, que passou a ter maior presença no futebol do sul do país, assinando com Brasil de Pelotas RS, Criciúma e Londrina.

Alguns dos contratos entre times nacionais e a Caixa foram descontinuados, mas há a possibilidade de serem renovados na próxima temporada. Corinthians e Vasco não conseguiram fechar novos patrocínios máster depois de romperem com a Caixa, e no caso do time paulista o banco é sempre apontado nas especulações para 2019.

Campeonato Brasileiro patrocinadores Caixa Série A Série B
Voltar