Atlético GO defende invencibilidade contra Vila Nova em campeonatos nacionais

Buscando G4, Atlético GO recebe Vila Nova no Antônio Aciolly pela primeira vez depois de reinaugurá-lo.



Por Nilo Almeida

O Atlético recebe neste sábado, 06 de outubro, o Vila Nova no Antônio Aciolly. O jogo que terá torcida única, será o primeiro clássico que o Dragão disputa em seu estádio após reinaugurá-lo. As duas equipes vêm de tropeços e precisam se manter próximas dos primeiros colocados.

Fora do G4, os rivais de Goiânia estão empatados com 44 pontos na tabela da Série B, mas as 12 vitórias conquistadas até a 29ª rodada deixam o Atlético na sexta colocação, uma acima do Vila Nova, que soma até o momento 11 vitórias no campeonato.

Atlético com Força Total

O técnico do Dragão, Cláudio Tencati, deve contar com todos os titulares no jogo de sábado. O atacante André Luís se recupera de uma pubalgia e não joga há duas rodadas, mas deve estar à disposição até o dia da partida.

Na última rodada o Atlético amargou um empate com o Figueirense, ruim para as pretensões do clube que busca o retorno à primeira divisão. Sete jogadores do rubro negro foram a campo com risco de suspensão pelo terceiro cartão amarelo, mas nenhum está impedido de enfrentar o Vila Nova.

O Tigre também vem de um mau resultado, o empate em 1 a 1 com o Guarani no Serra Dourada. Além de perder dois pontos importantes, cedeu um ponto a um adversário direto na luta pelas quatro vagas na Série A.

Tigre Aposta na Defesa

O time de Hemerson Maria conta com a volta dos laterais, Gastón Filgueira e Helder, que cumpriram suspensão contra o Guarani. Deslocado para a lateral esquerda na ocasião, Diego Giaretta volta à zaga colorada contra o Atlético.

O suspenso da vez é o zagueiro Naylhor, e com este desfalque a linha defensiva do Tigre deve ser Moacir, Wesley Matos, Diego Giaretta e Gastón Filgueira. O setor defensivo tem sido o trunfo colorado nesta Série B, com 21 gols sofridos. A segunda melhor defesa é do Avaí, que sofreu cinco gols a mais que os colorados.

No tropeço em casa diante do Guarani, Hemerson Maria promoveu as entradas do volante Washington e do atacante Rafael Silva na equipe titular nos lugares de Wellington Reis e Alex Henrique, e a formação mais defensiva desagradou.

O meia Alan Mineiro foi o porta voz dos críticos das mudanças impostas pelo treinador colorado, que ainda não definiu se vai reverter as alterações criticadas. Logo após a partida contra o Guarani, Alan afirmou que sua equipe não vive um “momento para testes”.

O meia parece ter se arrependido de expressar seu descontentamento com a escalação do treinador. Alan declarou que foi um desabado, e assume ter feito afirmações que “poderiam afetar a comissão técnica e outros jogadores”.

Retrospecto no Campeonato Brasileiro

Atlético e Vila nova têm onze confrontos disputados pela Série B do Campeonato Brasileiro. A partida válida pela 30ª rodada será a segunda disputada no Antônio Aciolly. O primeiro embate entre os dois clubes jogando no estádio do Atlético aconteceu em 1991, e terminou empatado em 1 a 1.

O jogo de 1991 foi um dos 5 empates entre colorados e rubro negros na segunda divisão do Brasileirão. Os outros seis confrontos foram todos vencidos pelo Atlético, sempre disputados no Serra Dourada.

As duas equipes também fizeram outros quatro confrontos pela Série C, todos em 2007. A vantagem também é atleticana na terceira divisão, mas os dois empates e as duas vitórias do Dragão sobre o Tigre naquele certame não foram suficientes para que os rubro negros fossem à Série B em 2008 junto com os rivais, que terminaram a competição na terceira colocação.

Atlético GO Vila Nova Campeonato Brasileiro Série B invencibilidade
Voltar